Estréia brasileira

by

lamp-cabecalho-new01

O filme “Embarque Imediato” levou cinco anos até estar pronto para alçar voo. Feito no Brasil com atores, diretor e roteiro brasileiros, o desembarque vai ocorrer nesta quarta-feira (10), nos Estados Unidos. A estreia mundial será no Festival de Cinema Brasileiro de Miami, para uma plateia formada em grande parte por brasileiros e latino-americanos que moram no país.

Diretor Allan Fiterman fala sobre o filme; ouça
Veja aqui galeria de fotos de “Embarque Imediato”

O filme dirigido por Allan Fiterman conta a história de um jovem que sonha em deixar o Brasil, na esperança de ter uma vida melhor. Ainda que perfeitamente ambientado com a realidade de milhares de residentes de Miami, Fiterman diz que o filme é mais do que a aventura de um candidato a imigrante. É o relacionamento deste jovem com uma mulher mais velha, papeis vividos por Jonathan Haagensen (Wagner) e Marília Pêra (Justina). José Wilker faz o papel do namorado de Justina.

Divulgação
Wagner (Jonathan Haagensen) quer tentar a vida no exterior, experiência já vivida por Justina (Marília Pêra); veja galeria de fotos
Wagner (Jonathan Haagensen) quer tentar a vida no exterior, experiência já vivida por Justina (Marília Pêra); veja galeria de fotos

“O público de Miami, que vai ser o primeiro a assistir ao filme, vai conseguir se identificar. São muitas pessoas que saem de seus países para seguir um sonho e viver outra vida, justamente como a historia do Wagner, que passa por vários obstáculos para ir para Nova York e viver uma vida melhor fora do país. Mas o filme não é sobre a viagem, mas sobre o relacionamento dele com uma mulher mais velha. Ele acaba transformando a vida dela e ela, a dele”, conta o cineasta.

Apesar de não ter participado da construção do roteiro na sua origem, Fiterman diz que a história de Wagner também é um pouco a sua. O cineasta deixou São Paulo aos 24 anos para estudar cinema em Nova York. Ficou 11 anos por lá, período em que fez filmes independentes, foi professor universitário e, nos últimos quatro anos, viajou algumas vezes para o Brasil para participar de “Embarque Imediato”.

O filme começou a ser desenhado em 2004, com o roteirista Marcelo Florião, que chegou a submeter o material ao diretor Jorge Fernando e acabou emplacando com Fiterman, nos EUA. Laura Malin e Aloísio Abreu ajudaram a finalizar o roteiro.

Divulgação
José Wilker é "Fulano", namorado da personagem de Marília Pêra em "Embarque Imediato", filme de Alan Fiterman; veja galeria de fotos
José Wilker é “Fulano”, namorado da personagem de Marília Pêra em “Embarque Imediato”, filme de Alan Fiterman; veja galeria de fotos

A filmagem ocorreu em quatro semanas no Rio. Mas ficou dois anos encerrada em uma lata, por falta de dinheiro para finalizá-la. Neste tempo, Fiterman continuou tocando seus projetos em Nova York.

“O filme ficou parado, realmente na lata. Até que saiu dinheiro aprovado por editais, e me chamaram de volta. Coincidiu que a Rede Globo me chamou para dirigir novela e seriados, e ao mesmo tempo estava finalizando o filme. Casou de forma inacreditável. Voltei e nesse último ano terminamos o filme”, conta Fiterman, que trabalha nos bastidores de “Tudo Novo de Novo”, exibido nas noites de sexta-feira pela Globo.

Segundo o diretor, “Embarque Imediato” é uma comédia romântica, quase musical, feita para divertir e despertar sonhos. Apesar de brincar sobre “o atraso no embarque” do filme, que se arrastou por quase cinco anos da origem do roteiro, Fiterman avalia que a estreia ocorre na hora certa a exibição em salas de cinema no Brasil está prevista para setembro.

“Mesmo tendo acabado a filmagem, teve de esperar. Esperou e a hora certa de lançar é mesmo essa, para um público certo, que mora no estrangeiro, falando sobre a vontade de se morar fora.”

Incentivo

Segundo Fiterman, a maior apreensão ao fazer seu primeiro filme no Brasil –a qualidade dos profissionais que ia encontrar aqui — foi desfeita rapidamente. O maior desafio foi mesmo a dificuldade de captar recursos para tê-lo pronto. E lamenta que tantos projetos dependam de um pequeno grupo de apoiadores.

Divulgação
"Embarque Imediato", de Alan Fiterman (à direita) foi filmado em duas semanas e levou dois anos para sair da lata; veja galeria de fotos
“Embarque Imediato”, de Alan Fiterman (à direita) foi filmado em duas semanas e levou dois anos para sair da lata; veja galeria de fotos

“Infelizmente, o processo no Brasil é assim, a gente depende muito do dinheiro de incentivo. E acabamos dependendo todos das mesmas empresas. Petrobras, Eletrobras e BR Distribuidora estão em todos os filmes e acabam sendo o nosso ministério da cultura. O orçamento é tão baixo de cultura no país, que se você tem as leis de incentivo, que nos ajudam, as empresas são limitadas e são as mesmas para toda essa demanda de projetos de cinema, música, teatro e artes plásticas.”

Quanto à importância do reconhecimento do mercado americano para o sucesso de um filme, Fiterman diz que não é determinante, mas ajuda.

“O filme não precisa do mercado especificamente americano. Mas o reconhecimento do filme nos EUA e no mercado mundial é importante. (…) E se o filme é aceito nos EUA e tem distribuição lá fora, proporciona outros projetos. É o que aconteceu com Walter Salles e Fernando Meirelles, com filmes que fizeram aqui e tiveram repercussão lá fora, com orçamentos maiores e distribuição melhor, atingindo não só o Brasil, mas o mundo”, afirma o diretor que buscou experiência lá fora e espera agora, colher frutos aqui dentro.


MADE IN: FolhaOnline

para os amantes ( e eles existem ) do cinema nacional.

🙂

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: